Domingo, 24 de Março de 2019 (66) 98439-2784
informe o texto a ser procurado

Notícias / Brasil

04/06/2018 | 11:15

Jornalista Camila Nalevaiko participa de Seminário em Manaus onde fala sobre as causas indígenas em MT

Reporter Agro com Redação

Jornalista Camila Nalevaiko participa de Seminário em Manaus onde fala sobre as causas indígenas em MT

Camila Nalevaiko é jornalista e é uma das que mais tem conhecimentos sobre as questões indígenas de MT

Foto: Repórter Agro

Pelo 2º ano a Jornalista Camilla Nalevaiko que recentemente lançou um Portal voltado somente para o Agronegócio www.reporteragro.com.br, estará na cidade de Manaus onde participará no dia 19 de junho do X Seminário sobre identidade Mestiça, com o tema “O mestiço e sua terra”.

O Evento acontece das 08:00 às 12:00 hs no Auditório da Assembleia Legislativa de Manaus.

Os palestrantes serão Abiel da Silva Santos, pedagogo, Presidente da Associação dos Pequenos agricultores de Ilheus, Uma e Buerorema. Camlila Nalevaiko Jornalista de MT, Edward Luz, Mestre em Antropoliga pela Universedade de Brasília, antropólogo consultor, Autor do Blog “Revelando segredos da Tribo”. Leão Alvez, médico fundados do Movimento Nação Mestiça.

Para você entender mais sobre o que é o Movimento Nação Mestiça acesse www.nacaomestica.org

Em MT, o Governo do Estado sancionou o projeto de Lei Nº 10.459, que institui o Dia do Mestiço, a ser comemorado anualmente no dia 27 de junho.

De acordo com o Projeto de Lei, essa data faz referência aos 27 delegados mestiços eleitos na I Conferência Mundial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, realizada em meados do ano de 2005 em Manaus.

Nas justificativas, o Deputado Baiano Filho que foi autor do Projeto de Lei destaca que esse reconhecimento se faz necessário para coibir as práticas preconceituosas e hostis à identidade mestiça. “O reconhecimento e a valorização da identidade e cultura mestiça são benéficos para o Estado como um todo”, destacou Baiano Filho.

A Lei esclarece que são reconhecidos como referentes à etnia mestiça os termos mestiço, caboclo, mameluco, cafuzo, pardo e outras palavras e expressões que caracterizem mestiçagem.

Ela informa também que o termo pardo é reconhecido exclusivamente à etnia mestiça quando empregado no quesito cor, raça ou etnia, usado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda nos termos da Lei, o Dia do Mestiço será incluído no Calendário Oficial de eventos do Estado.

Em Manaus  a Jornalista vai trazer matérias também referentes a regiões que estariam prontas para serem demarcadas, porem, acabaram não sendo justamente por causa dos mestiços.  “Com certeza vou levar material que vai contribuir muito com tudo o que está havendo no nosso pais, além disso vou trazer matérias que serão muito bem direcionados para o que vivemos aqui no MT”, destacou a Jornalista Camila Nalevaiko.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Desenvolvido por Investing.com
Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.
 
Sitevip Internet