Segunda-feira, 23 de Maio de 2022 (66) 98428-3004
informe o texto a ser procurado

Notícias / Agronegócios

10/05/2022 | 15:48

Federação diz que alta no diesel pressiona inflação e encarece preço dos alimentos

Sob a gestão de Bolsonaro, o preço do diesel subiu 165%, segundo cálculos feitos pela Federação Única dos Petroleiros

Canal Rural

Federação diz que alta no diesel pressiona inflação e encarece preço dos alimentos

Foto: Gilson Teixeira/Secap

O  novo aumento no preço do diesel nas refinarias, anunciado nesta segunda-feira, 9, pela Petrobras, ajuda a encarecer os preços dos alimentos, afirmou o coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, em nota.

“O novo aumento do diesel anunciado nesta segunda-feira (9) é mais uma medida com impactos cruéis sobre a inflação e que contribui ainda mais para a explosão dos preços da comida dos brasileiros”, declarou Bacelar, na nota da entidade.

A Petrobras elevou o preço do óleo diesel nas refinarias nesta terça-feira (10), em cerca de 8,87%. O preço médio de venda de diesel para as distribuidoras passará de R$ 4,51 centavos para R$ 4,91 por litro, R$ 0,40 centavos a mais. Os preços de gasolina e do GLP (gás liquefeito de petróleo) permanecerão, por ora, inalterados. A companhia justificou o aumento ressaltando que o megarreajuste feito em 11 de março “refletia apenas parte da elevação observada nos preços de mercado” e que, no momento, há uma redução mundial na oferta de diesel, o que pressiona os preços globalmente.

A FUP calcula que, na gestão de Jair Bolsonaro na Presidência da República, ou seja, de janeiro de 2019 a 9 de maio de 2022, houve um aumento de 155,8% no preço da gasolina nas refinarias, enquanto o óleo diesel subiu 165,6%, e o GLP encareceu em 119,1%, “levando o preço médio do botijão de gás de 13 quilos para acima de R$ 120”.

“A estratégia da Petrobrás, sob a vigência do PPI (política de Paridade de Preço Internacional), está ancorada na geração de caixa com objetivo de ampliar a distribuição de dividendo”, criticou Bacelar.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Desenvolvido por Investing.com
Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.
 
Sitevip Internet