Sexta-feira, 19 de Julho de 2024 (66) 98428-3004
informe o texto a ser procurado

Artigos / Nicole Santos

12/12/2023 | 10:37

Participação do Brasil na exportação de commodities agrícolas

De janeiro a novembro de 2023, a exportação cresceu 1,0%, quando comparada ao mesmo período de 2022, gerando um faturamento de US$310,8 bilhões.

A exportação de produtos agropecuários, até novembro, gerou receita de US$76,3 bilhões, e representou 24,5% da exportação brasileira. Os produtos agropecuários brasileiros têm como principal destino, a China.

A indústria de transformação (que envolve a produção de proteína animal e de açúcar, por exemplo), faturou US$161,4 bilhões. O setor tem como principal destino, os Estados Unidos (17,0%) e a China (10,0%).

Os principais produtos exportados foram a soja (17,0% do total), o petróleo (12,0%), minérios de ferro e derivados (8,6%), açúcares e melaços (4,2%) e o milho (3,7%). As carnes bovina e de aves representaram, cada uma, 2,7% da exportação brasileira, enquanto a carne suína representou 0,8%.

Exportação de commodities agrícolas em volume

Soja
Este ano a exportação da commodity foi recorde. Até novembro, 98,9 milhões de toneladas foram exportadas, crescimento de 27,6% em relação ao acumulado entre janeiro e novembro de 2022.

Os principais países importadores foram: China (73,0% do faturamento), seguido por Argentina (3,9%), Espanha (2,8%), Tailândia (2,6%) e Turquia (1,8%).

A exportação de óleo e de farelo de soja foram destaque, com o Brasil ocupando parte do mercado deixado pela Argentina, cuja produção quebrou.


Açúcares e melaços

A exportação dos produtos da indústria sucroalcooleira, os açúcares e melaços, foi de 27,5 milhões de toneladas, incremento de 9,9% comparado ao mesmo período de 2022 (jan-nov). O principal destino desses produtos foi a China (11,0% do total), vindo em seguida, a Índia (7,1%).


Milho
Em 2023, em função de uma série de fatores (abertura do mercado chinês, guerra entre Rússia e Ucrânia e quebra da produção nos Estados Unidos e na Argentina), o Brasil foi o maior exportador do mundo.

O ritmo dos embarques esteve firme e, em agosto de 2023, a exportação foi recorde para um único mês, registrando 9,7 milhões de toneladas exportadas.

Até novembro, 49,9 milhões de toneladas foram exportadas. Entre janeiro e novembro, houve um crescimento de 15,5% em relação ao mesmo período em 2022.

Os principais países importadores foram: China (26,0%), Japão (11,0%), Vietnã (7,9%), Coreia do Sul (6,4%) e Irã (5,9%).


Carne bovina
Neste ano a exportação de carne bovina in natura chegou em 1,8 milhão de toneladas, retração de 2,2% frente ao mesmo período de 2022.

Apesar da queda em relação a 2022 (ano recorde), 2023 será o segundo melhor ano em volume de carne bovina exportada.


Carne de frango
O Brasil exportou 4,4 milhões de toneladas, tendo, dentro do ano, o mês com melhor desempenho, março, quando foram exportadas 477,8 mil toneladas.

A exportação está 7,1% maior que no mesmo período em 2022. Será um ano recorde.

Os principais destinos foram: China (18,0%), Japão (10,0%), Emirados Árabes Unidos (9,8%), Arábia Saudita (9,3%) e México (5,2%).


Carne suína
A exportação foi de 992,1 mil toneladas, um crescimento de 7,7% nos embarques em relação ao mesmo período de 2022. Foi o terceiro melhor ano em desempenho.

Os principais destinos foram China (34,0%), Filipinas (10,0%), Hong Kong (9,7%), Chile (7,2%) e Singapura (6,1%).

Conclusão
O Brasil é um dos maiores exportadores do mundo e deverá consolidar a posição de grande fornecedor global de alimentos. Tendo a China como principal parceiro comercial para todas as commodities citadas, nos próximos anos, a Ásia deverá continuar sendo relevante para o Brasil.


Referências

Production, Supply and Distribution (PSD) - United States Department of Agriculture (USDA). Disponível em: https://apps.fas.usda.gov/psdonline/app/index.html#/app/advQuery. Acesso em: 6 de dezembro de 2023.

Secretaria de Comércio Exterior – Secex. Disponível em: http://comexstat.mdic.gov.br/pt/geral. Acesso em: 6 de dezembro de 2023.

Nicole Santos

Nicole Santos
Tecnóloga em Biocombustíveis pela Fatec Jaboticabal e analista de mercado da Scot Consultoria.
 
ver artigos

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Desenvolvido por Investing.com
Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp