Domingo, 25 de Fevereiro de 2024 (66) 98428-3004
informe o texto a ser procurado

Notícias / Política

23/08/2023 | 10:21

Mauro diz que está perdendo a paciência com o governo Lula; "Insistindo no erro"

Agência da Notícia com GD

Mauro diz que está perdendo a paciência com o governo Lula;

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes (União) demonstrou irritação com a decisão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em reiniciar os trâmites formais para relançar o edital de concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Para ele, o governo do presidente Lula continua insistindo "no erro" e estaria perdendo a paciência com o petista.  

“Já falei com Lula, com os ministros Rui Costa (Casa Civil), Padilha (Relações Institucionais), Marina (Meio Ambiente), já falei com todo mundo dentro do governo. E não acho razoável cobrar do trabalhador RS 100 para ir ao parque, com um investimento ridículo”, disse nesta terça-feira (22).   

“O TCU cancelou a licitação, eles publicaram de novo, acho que estão insistindo no Erro. Eu já estou perdendo a paciência com essa história porque eu estou querendo pegar a obrigação deles de investir, e que não fazem”, completou.  

Mendes diz que essa falta de investimento vem desde o governo Jair Bolsonaro (PL) e que continuaria com a gestão petista. Ele cita como exemplo, as BRs 163 e 174, que o Estado assumiu e já iniciou as obras em menos de um ano. Ele também criticou o Partido dos Trabalhadores (PT), já que Lula é filiado à legenda, que tem como premissa a defesa dos trabalhadores.  

“Passa esse parque para nós, não precisa cobrar do trabalhador. Se o PT defende o trabalhador, por que então pegar um objeto de lazer, algo que pode ser usado para o lazer das pessoas simples, pobre, aqui da baixada cuiabana e de MT inteiro e querer cobrar R$ 100 reais? Não tem razoabilidade nenhuma”, finalizou.  

A briga do governo do Estado para assumir a concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães vem desde o ano passado. O Estado chegou a tentar participar da licitação do governo Bolsonaro. Porém, foi desclassificado.  Diante disso, o governo Mendes ingressou com uma ação no Tribunal de Contas da União (TCU) e conseguiu anular o processo licitatório.

Mauro Mendes quer que a União repasse a administração do parque sem que ocorra uma nova licitação. O governo promete um investimento de R$ 200 milhões no Parque.

Na última sexta-feira (18) o novo certame foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). A publicação instituiu a composição da comissão especial de licitação (CEL) que conduzirá a concessão dos serviços do parque e também o custeio de ações de apoio à conservação, proteção e gestão.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Desenvolvido por Investing.com
Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp